11votadas

Fondos documentais: Revista Céltiga imaxe

Céltiga foi o punto de encontro da intelectualidade galega residente en Arxentina entre 1924 e 1932. Eduardo Blanco-Amor, Eliseo Pulpeiro e Ramón Suárez Picallo foron os directores literarios dunha publicación pola que desfilaron Castelao, Maside, Suárez Couto, Francisco Asorey, Luis Ksado… Un expoñente de galeguidade que repousaba en varios sitios (Fundación Penzol, Universidade de Santiago, Real Academia Galega, Instituto Sarmiento) e que agrupamos, dixitalizamos e poñemos ao teu dispor.

15votadas

Redondela obriga a poñerse en pé para usar o galego imaxe

... para usalo nun exame de opisición. De 200 persoas só dúas foron quen de esixir o seu dereito natural, motivo polo que foron sinalados en público.

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 100
12votadas

Unha investigadora galega descobre o brillo das células canceríxenas vídeo

Un grupo de investigadoras do Centro Nacional de Investigacións Oncolóxicas, dirixido pola viguesa Irene Miranda, descobre que as células nai tumorais son fluorescentes. Este descubrimento axudará a identificalas e a desenvolver tratamentos máis eficaces. Cinco anos empregou a investigadora viguesa, Irene Miranda, en descubrir un marcador luminoso que identifica as células máis resistentes á quimioterapia dentro dos tumores.

 1 comentarios en: Cultura, Estudos karma: 95
16votadas

Galiza e Spania segundo o Mapa-Múndi das Etimologias do 946 d.C

No Mappamundi da obra Etimologias de Santo Isidoro de Sevilha do 946 d.C. podemos ver com clareza como a Península Ibérica é dividida entre duas entidades políticas claramente diferenciadas: Spania (área muçulmana) na parte superior e Gallaecia na parte inferior. O manuscrito conserva-se na Real Academia de la Historia, Madrid, Espanha. Cod.25, f.204v

farm3.staticflickr.com

 sen comentarios en: Cultura, Historia karma: 104
15votadas

Conservar alimentos graças ao tomate

Todos os anos, a indústria de produção de tomate na Europa desperdiça cerca de 200 mil toneladas de sementes, peles e fibras. É possível aproveitar estes resíduos de uma forma economicamente viável? Um grupo de investigadores está a preparar uma receita muito original. O objetivo é obter um polímero natural que se encontra na pele do tomate chamado cutina. Trata-se de uma substância impermeável que pode substituir compostos químicos no revestimento interno das latas de conserva.

 1 comentarios en: Cultura, Ciencias karma: 101
19votadas

Luxemburgo investiga importância do português no sucesso escolar de emigrantes

A Universidade do Luxemburgo iniciou um estudo para investigar a importância da língua materna na aprendizagem de línguas estrangeiras e no sucesso escolar dos emigrantes portugueses, que vai envolver uma centena de crianças portuguesas no país. O projeto, que vai contar com a colaboração do Instituto Camões, baseia-se num programa já utilizado no Reino Unido, que recorreu a jogos infantis para estimular a linguagem oral no pré-escolar, contribuindo mais tarde para facilitar a aprendizagem da escrita no ensino primário.

 sen comentarios en: Cultura, Língua karma: 114
24votadas

Carta Xeométrica: As mentiras do PP sobre a lingua galega

Se desde a aprobación da Lei de Normalización Lingüística (1983) a política lingüística consistiu nun deixar ir as cousas, co cal as inercias do franquismo foron as directrices dunha planificación lingüística de baixa intensidade, a partir do ano 2007 houbo un cambio de rumbo. Se nun principio o PP parecía asumir o PXNL, na volta duns días houbo un xiro de radicalización antigalega. No mes de febreiro Manola López Besteiro parecía a redactora do decreto 124/2007, ao pouco este decreto presentábao como o exemplo da "imposición" do galego.

 3 comentarios en: Cultura, Língua karma: 90
15votadas

Os mellores restaurantes galegos de Barcelona

Unha selección dos mellores restaurantes galegos de Barcelona, unha tipoloxía de restaurante que, for caro ou for económico, sempre trata o produto do mellor xeito posible.

31votadas

Novo escrache ao secretario xeral de Política Lingüística vídeo

O pasado mércores 24 de setembro, Valentín García inauguraba en Santiago de Compostela a XVI Edición dos Encontros de Normalización Lingüística que organiza ...

9votadas

Ouvir as árbores vídeo

No disco "Years" de Bartholomäus Traubeck traubeck.com/ recóllense 7 gravacións da música que dan de si os aneis que marcan a idade das árbores, aneis que varían a sá forma segundo a forza coa que medran, o groso que desenrolan e as medras.

14votadas

Lhuzie é a primeira bebé com nome próprio mirandês

A atribuição de nome em Portugal obedece a regras muito estritas e só podem ser atribuídos a cidadãos portugueses os nomes próprios constantes de uma lista onomástica. O de Lhuzie foi agora acrescentado a esta lista, mas foi necessário um pedido especial e uma sustentação jurídica para convencer os serviços dos Registos e Notariado de que ele existe e não traz qualquer prejuízo ao portador por poder ter conotações negativas.

43votadas

O negacionismo do celtismo vén do nacionalismo español”

Con A toponimia celta de Galicia (Toxosoutos) Fernando Cabeza Quiles métese, como el di, nun “perigoso xardín”. Defende que a toponimia é a clave para demostrar que, para celta, Galiza.

 2 comentarios en: Cultura, Historia karma: 72
18votadas

Obras na Ribeira Brava põem a descoberto silo do século XV

As obras de recuperação das infraestruturas afetadas pelo temporal de 20 de fevereiro de 2010, que estão a ser executadas na Ribeira Brava, Madeira, revelaram o que se admite ser um silo para cereais, datado do século XV. As obras em curso na canalização do leito da ribeira colocaram a descoberto uma enorme pedra que, segundo os técnicos, trata-se de "um silo, mais conhecido por matamorra, que servia para guardar cereais". "Lapas (pedra escavada na rocha para guardar produtos) há muitas, mas um silo deste tipo é novidade", esclareceu.

 sen comentarios en: Cultura, Historia karma: 103
22votadas

2004-2014: avança o neocastrapo

Ainda não imagino os leitores de Palavra Comum, mas como suponho que algum há de não ser galego, é bom logo que faça uma aclaração de termos: Cá, neste Impaís ao norte do Minho, chama-se-lhe “castrapo” à mistura de galego com castelhano, galego na estrutura mas castelhano em muitos termos, principalmente os cultos. Este patois é o resultado de quinhentos anos de falta de escola na língua patrimonial.

 1 comentarios en: Cultura, Língua karma: 94
8votadas

Revelações e alguns segredos sobre a independência de Angola

No livro "Do Outro lado das Coisas - (In)Confidências Diplomáticas" o Embaixador Rosa Lã relata um curioso plano alegadamente gizado por Marcello Caetano para a independência de Angola. Adriano Moreira e Jaime Gama apresentam esta quinta-feira este livro de memórias. Nas suas memórias escreve que o reencontro com Santos e Castro foi "o facto mais relevante" de toda a sua permanência em Caracas, apesar de esta circunstância nada ter a ver com a atividade diplomática pura e dura.

« anterior12345...470» seguinte

Chuza